198 integrantes da mais perigosa facção criminosa do país estão presos em Sergipe

- Alexandre Pingo - - 19 de janeiro de 2017 | - 9:04 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários

Imagem ilustrativa

O PCC – Primeiro Comando da Capital, a mais perigosa facção criminosa do País, tem 198 detidos em presídios localizados em Sergipe.

Sua permanência em Sergipe exige das autoridades maior atenção, mesmo porque muitos crimes praticados nas ruas nascem de ordens dadas dentro dos presídios.

BRIGAS ENTRE FACÇÕES

Recentemente, algumas facções criminosas entraram em conflito e dezenas de presos foram mortos durante massacre. Só no Complexo Penitenciário Anísio Jobim em Manaus, estado do Amazonas, 56 internos foram decapitados. Em Roraima, um confronto entre as facções durante rebelião na penitenciária de Monte Cristo, zona rural de Boa Vista (RR), terminou com cerca de 33 detentos decapitados e queimados. O último confronto registrado no país ocorreu no estado do Rio Grande do Norte, onde cerca de 25 detentos foram mortos. 

Diante dessa crise penitenciária, representantes dos estados onde ocorreram os massacres pediram reforços da Força Nacional para a retomada de controle dos sistemas prisional. Para evitar que confrontos ocorram nas unidades prisionais sergipana, o Governo de Sergipe também pediu reforço da Força Nacional. Cerca de 120 agentes serão enviados ao estado. 

Com informações do NE Notícias 

Da Redação, Pingou Notícias 

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: 198 integrantes da mais perigosa facção criminosa do país estão presos em Sergipe

Deixe uma resposta