Amorim:O que falta para nosso estado e município é gestão

- Alexandre Pingo - - 29 de abril de 2016 | - 2:25 - - Home » Política - - Sem Comentários

Questionado pela jornalista e apresentadora do programa ‘Sergipe Notícias’, Valquiria Miron, nessa quinta-feira, 28, o senador Eduardo Amorim voltou a dizer que para o estado de Sergipe e a cidade de Aracaju desenvolverem, basta os gestores fazerem o que prometem. Ele destacou ainda que na gestão de João Alves, o aracajuano esperava muito mais.

“Ele tem um grande legado na história do nosso Estado, mas para essa gestão de Aracaju, em especial, o povo e eu esperávamos muito mais ações e consequentemente resultados positivos. Já daria pra ter muita coisa diferente, seja na saúde, na educação, na mobilidade urbana. Sinto muita falta de um Centro de Exames por Imagem, por exemplo. Quando não correspondem às expectativas é hora de mudar”, resumiu.

O parlamentar sergipano enfatizou também que na posição de médico, ele sente uma grande angústia, e para ele, pior que a má remuneração é a má condição de trabalho. Ele lembrou também que já está agendada uma reunião com os diretores do Hospital São José. “Nós visitamos o Hospital no ano passado, colocamos emenda, mas a questão é muito mais burocrática quando se trata de remuneração. Tabela SUS defasada há mais de 10 anos, ou seja, existe um grande acúmulo de problemas com possibilidade de fechamento”, lamentou Eduardo lembrando que Sergipe já foi referência em saúde pública.

Valquíria Miron também lastimou sobre a morosidade para a construção do Hospital de Câncer de Sergipe. Para Eduardo, o que mais o incomoda é saber que existe dinheiro na conta e nada é realizado. “Nós já colocamos mais de R$ 180 milhões, daria para construir e equipar dois grandes Hospitais. Destes R$ 180 milhões, R$ 110 foram perdidos devido à falta de projetos, R$ 32,7 milhões estão na conta, mas até agora nada foi reerguido. O Hospital de Câncer significa esperança, prevenção, cura e reabilitação para todo povo sergipano”, sintetizou.

Ipeachment

Eduardo acredita que a aprovação do impeachment significará uma oportunidade para se restabelecer a confiança nos mais variados setores da economia, para soerguer a autoestima dos brasileiros. “A vontade da população deve ser respeitada. O povo quer o impeachment, o povo quer o País passado a limpo”, finalizou.

Assessoria de Imprensa

Senador Eduardo Amorim (PSC-SE)

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Amorim:O que falta para nosso estado e município é gestão

Deixe uma resposta