“Até no gol se precisar a gente vai estar querendo ajudar”, brinca Léo Ceará

- Alexandre Pingo - - 15 de junho de 2018 | - 12:16 - - Home » Esporte - - Sem Comentários

Atlético Acreano, Santa Cruz e ABC. Nos últimos três jogos em casa, três empates. No próximo sábado, às 18h, o Confiança tem uma nova chance de voltar a vencer jogando na Arena Batistão. Segundo colocado do Grupo A com 16 pontos, três a menos que o líder, Léo Ceará acredita que chegou a hora de mudar essa sequência de empates.

– Com certeza, está na hora. O mais importante é que nós alcançamos nossa meta que era marcar 15 pontos no primeiro turno, fizemos um a mais, na verdade. Sabemos que os empates dentro de casa atrapalharam um pouco, mas estamos com foco total para que a gente possa voltar a vencer em casa – afirmou Léo Ceará.

Artilheiro do Confiança na temporada, Léo Ceará não crava que será titular contra o Juazeirense. Recentemente, o setor ofensivo azulino ganhou um bom reforço, o retorno do atacante Tito.

– É como o professor fala: não tem ninguém titular. Durante os treinos da semana nós vamos buscando nosso espaço, não só eu, mas como todos os jogadores. Claro que todo mundo quer estar jogando, como o Tito que chegou e espero que venha para somar, e que nosso time fique focado nesse jogo dentro de casa que é muito importante – comentou o atacante Léo Ceará.

Agora são três jogadores com o estilo “camisa 9” no Dragão: Léo Ceará, Frontini e Tito. Apesar disso, Luizinho Lopes chegou a dizer que um dia pode testar os três juntos. Uma possível formação traria Léo e Tito pelas pontas e Frontini centralizado. Léo comentou sobre isso e disse que está trabalhando para ficar sempre pronto para quando o treinador precisar dele, independente da função. Ele até brincou que jogaria como goleiro para ajudar a equipe, se fosse preciso.

– A gente trabalha para que, quando o professor optar, seja por um, dois ou três, para tentar fazer nosso melhor. Quem jogar vai estar ali pra ajudar a equipe da melhor forma possível para conseguirmos as vitórias. A gente quer jogar onde for, até no gol se precisar a gente vai estar querendo ajudar, mas acredito que eu e Tito temos características mais parecidas, o Frontini já é mais centralizado, de área. Mas é como falei, o que o professor optar e quem ele escolher vai estar ali para ajudar o Confiança – explicou Léo Ceará.

Fonte: GE

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: “Até no gol se precisar a gente vai estar querendo ajudar”, brinca Léo Ceará

Deixe uma resposta