Base que formará currículo escolar recebe 12 milhões de contribuições

- Alexandre Pingo - - 23 de março de 2016 | - 3:32 - - Home » Educação - - Sem Comentários

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que vai ajudar a definir o que será ensinado nas escolas, recebeu mais de 12,2 milhões de contribuições. O Ministério da Educação disponibilizou o documento para consulta pública entre os dias 15 de setembro e 15 de março.

Das contribuições propostas, mais de 5,5 milhões são para a área de linguagens. Outras 2,5 milhões são para a área de ciências humanas. Matemática foi o tema de 1,7 milhões das contribuições e as ciências da natureza estão em 1,6 milhões delas. A educação infantil recebeu 376.391 contribuições para a base.

O MEC já apresentou uma primeira versão da base. Em abril, a segunda versão do documento será divulgada, e serão realizados seminários em todos os estados, para que as secretarias estaduais e municipais deem suas últimas contribuições.

Entre maio e junho, a comissão fará a última versão, que será apresentada, avaliada e votada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). De acordo com MEC, o CNE já tem sido envolvido nas discussões, para que a avaliação do documento pelos conselheiros não seja restrita à fase final. O prazo para que ela esteja pronta é 24 de junho. No dia 16 de setembro haverá a apresentação preliminar da base curricular.

História
O ensino de história no Brasil é a principal polêmica na atual fase de elaboração da BNCC. A primeira versão das propostas para a disciplina foi questionada, com falhas admitidas até mesmo pelo MEC.

Alguns professores e especialistas viram problemas de organização e de falta de conteúdos, como por exemplo história antiga e medieval. Por isso, a disciplina deve sofrer mudanças para ter maior equilíbrio e mais espaço para “processos históricos globais”.

Fonte: G1

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Base que formará currículo escolar recebe 12 milhões de contribuições

Deixe uma resposta