Colégio Embraer vai cobrar até R$ 1.980 de mensalidade para 20% dos novos alunos

- Alexandre Pingo - - 27 de julho de 2018 | - 11:29 - - Home » Educação - - Sem Comentários

O Instituto Embraer vai cobrar, a partir de 2019, mensalidade de até R$ 1.980 de 20% dos ingressantes nos Colégios Engenheiro Juarez Wanderley, em São José dos Campos; e Casimiro Montenegro Filho, em Botucatu. O edital foi publicado nesta quinta-feira (26). (leia aqui)

As escolas, que eram exclusivamente voltada a alunos de baixa renda e de rede pública de ensino, estão entre as melhores do país. Essa será a primeira vez que o acesso de alunos pagantes, oriundos de escolas particulares, será permitida.

Em São José, das 200 vagas abertas, 40 delas serão para alunos pagantes – o valor da mensalidade será R$ 1.980. Em Botucatu, das 120 vagas abertas, 24 serão nessa modalidade, cujo valor da mensalidade é menor, de R$ 1.590.

A escola atende apenas estudantes do ensino médio, em ensino integral. O valor da mensalidade inclui transporte, alimentação e o material.

Para o preenchimento das vagas, após seleção por meio de vestibulinho, serão convocados para matrícula os candidatos aprovados, por ordem de classificação, em duas listas – uma de candidatos das chamadas vagas sociais, que vão estudar gratuitamente, e outra de candidatos de vagas gerais.

Anualmente, o Colégio Embraer atende 960 alunos, sendo a maioria em São José dos Campos. A mensalidade que será cobrada é compatível com os valores praticados em escolas particulares da cidade.

A Embraer justificou, na época do anúncio da mudança, que a medida pretende garantir a ‘sustentabilidade no longo prazo’ e que a ação não vai gerar lucro. A companhia informou que investe R$ 20 milhões por ano nos dois colégios. Do valor total, R$ 14 milhões é aplicado em São José.

Inscrição

As inscrições estarão abertas de 20 a 31 de agosto no site da Vunesp, que organiza o processo seletivo. O valor da inscrição é de R$ 50 e a prova é no dia 21 de outubro.

A prova terá 60 questões, sendo de de língua portuguesa, ciências humadas, matemática, ciências naturais, além de redação.

Os alunos vão escolher, no ato da inscrição no processo seletivo, se querem concorrer por cota pagante ou não. O aluno bolsista precisa comprovar renda bruta per capita de até um salário mínimo e meio nacional, per capta, limitado a nove salários mínimos por família.

Os detalhes para os alunos interessados na inscrição estão disponíveis no site da Embraer.

Fonte: G1

Colégio Atena
Enium Criação de Sites

Deixe seu comentário!

Para: Colégio Embraer vai cobrar até R$ 1.980 de mensalidade para 20% dos novos alunos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *