Covid-19: Governo alerta para alta de casos e teme colapso na saúde

- Alexandre Pingo - - 16 de dezembro de 2020 | - 9:13 - - Home » Cidades» Monte Alegre» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários

O Governador Belivaldo Chagas anunciou nesta terça-feira, 15, após reunião com o Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (Ctcae), que por conta do aumento considerável no número de casos de Covid-19 no Estado, vai reduzir a quantidade de pessoas nos estabelecimentos comerciais. O governador também anunciou que irá adotar medidas mais duras no início de janeiro de 2021, temendo um colapso no sistema de saúde no final para o final do mês.

“Infelizmente os números de Covid-19 aumentaram muito em Sergipe e para conter o avanço da doença nós vamos reduzir a quantidade de pessoas em bares e eventos. Os bares que estavam autorizados a funcionar com 75% da capacidade voltarão a funcionar com 50%, e os eventos abertos que podiam ter 200 pessoas e os fechados que podiam ter 300 pessoas, terão redução de 50% da capacidade”, aponta.

Belivaldo adiantou que na reunião prevista para a primeira semana de janeiro de 2021 serão adotadas medidas severas. “É lamentável, mas estamos com muitas pessoas infectadas pela doença. Temos o maior índice de contágio do país, ou seja, cada 100 pessoas infectadas contamina 187, isso é lamentável. E a expectativa é que tenhamos um colapso no sistema de saúde no final de janeiro, por isso vamos adotar medidas mais severas. É preciso que as pessoas tenham consciência”, ressalta o Governador.

Até ontem, segundo Belivaldo, 272 pessoas estavam internadas por conta do Covid-19 e a projeção dos pesquisadores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) é de que ocorram nove óbitos por dia. “Eu gostaria muito que essas projeções estivessem erradas, mas não estão. Por isso que digo: se for preciso eu fecho tudo novamente. Espero que não precise. Ninguém fecha tudo porque quer, faz isso porque é necessário. O vírus sofreu mutação, ele está circulando no Brasil e é muito mais contagioso. Se fala muito de vacina, ela virá! Mas, até ela chegar quantas pessoas vão morrer? A vacina do momento é usar máscara e o distanciamento, mas isso as pessoas não estão fazendo”, enfatiza.

Vacina

Belivaldo disse que amanhã, às 10h, o Ministério da Saúde vai apresentar o Plano Nacional de Imunização. “Vamos aderir ao plano nacional, afinal o gestor maior é o Ministério da Saúde e o Governo Federal será o responsável pela vacina. A partir da apresentação desse plano é que vamos saber como agir. O que ficamos sabemos é que até o momento nenhum laboratório pediu registro a Anvisa. Vamos aguardar as diretrizes que o Governo Federal”, ressalta.

Por Karla Pinheiro

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Covid-19: Governo alerta para alta de casos e teme colapso na saúde

Deixe uma resposta