Descaso do governo estadual põe em risco vida de alunos de escola do Sertão

- Alexandre Pingo - - 8 de junho de 2016 | - 5:11 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários

IMG-20160608-WA0055O colégio  Estadual Noêmia de Souza, localizado no povoado Santa Rosa do Ermírio em Poço Redondo, há anos apresenta sérios problemas, incluído assim, num quadro caótico que se encontram várias  Escolas Públicas da rede Estadual de Sergipe, como se não bastasse um recente ato de vandalismo agravou a situação, colocando em risco a vida de professores e estudantes.

No dia 24 de Maio uma bomba foi lançada em uma das salas, causando pânico geral e por pouco não aconteceu uma tragédia. Temendo por suas vida e pelas dos alunos que a escola abriga, o Professor Marcos buscou providências  junto a Dr9 e ao SINTESE. Dessa forma, foi realizada uma reunião na escola, no  dia 02 de Junho, que contou com a presença de estudantes, professores, pais,alunos, servidores, gestores da escol,   Vice-Coordenador Geral da Subsede do Alto-Sertão do Sintese, Hugo Hudsney Santana de Souza a Coordenadora da Base Estadual do AltoSertão  Nívea Barros e a Coordenadora dos Aposentados Maria da Graças. A solicitação da reunião  foi feita na Dr9, mas  os representantes não puderam comparecer. A comunidade escolar reclama que a escola não tem vigias o que os deixa totalmente vulneráveis  à violência diversas, por isso reivindicam com urgência providências da SEED, antes que aconteça uma tragédia maior.

Além, da falta de segurança, os alunos estão sendo prejudicados  pela falta de Professores, pois quando um professor ou uma professora precisar sair licença, a SEED não tem uma política para substituir, deixando assim os alunos sem Professores por um longo período, prejudicando assim os 200 dias letivos estabelecidos legalmente pela LDB.

Outros, dois problemas muito graves  são com relação  à alimentação escolar e ao transporte. Os estudantes denunciam que alimentação é precária e não há funcionários suficientes para preparar as refeições. Os professores adicionam que chegam a complementar  certos itens do cardápio com recursos próprios. Quanto ao transporte, os alunos  reclamam dos atrasos  frequentes nas linhas, o que resulta em problemas para acompanhar as aulas em seus horários, perdendo constantes aulas.

Ademais, perduram ainda problemas de carteiras, lâmpadas, ventiladores e manutenção da limpeza. Há anos adia-se a Reforma que a escola precisa com urgência para oferecer condições dignas de trabalho para os Professores, alunos e servidores, dentro dos padrões estabelecidos pelo Plano Nacional de Educação à Escola Estadual Noêmia de Souza, segundo Hugo e Nívea e Maria.

Texto: Hugo 

Invalid Displayed Gallery

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Descaso do governo estadual põe em risco vida de alunos de escola do Sertão

Deixe uma resposta