Em meio à polêmicas, novo presidente da CBHb será escolhido em Aracaju

- Alexandre Pingo - - 1 de fevereiro de 2017 | - 11:28 - - Home » Esporte - - Sem Comentários

Estamos em um período de muitas mudanças nas Confederações Brasileiras de várias modalidades. Uma delas é a de Handebol (CBHb), que vai definir a nova presidência na próxima quarta-feira, a partir das 9 horas, no Hotel Radisson, na Orla da Atalaia.

O atual presidente vai tentar a reeleição. Manoel Luiz Oliveira encabeça a chapa Hand Brasil – Novos Desafios. Segundo a assessoria, essa chapa tem como meta “atingir um nível de amplo crescimento interno que proporcione uma transição eficiente e eficaz entre a gestão atual e as próximas gestões”. O fortalecimento da participação internacional do handebol brasileiro nos últimos anos, por meio dos prêmios recebidos e posições conquistadas, serão a base do grupo.

Brasil x Rússia, Mundial de handebol, Haniel (Foto: Reuters)

Chapa do atual presidente pretende manter a “tradição” de colocar técnicos estrangeiros nas equipes (Foto: Reuters)

– Nosso objetivo é sedimentar a gestão, deixando um legado extremamente importante para os que seguirão no comando da organização – pontua Manoel Luiz.

Além de Manoel, outros nomes compõem a chapa como: Ricardo Souza, presidente da Federação Alagoana de Handebol (FAHd), e Jefferson Oliveira, presidente da Liga de Handebol do Amazonas.

– É inegável o tempo em que o professor Manoel Luiz está à frente da CBHb, e este tempo é importante para que ele, com sua experiência e também conhecimento e prestígio internacional, possa realizar um processo de transição que acreditamos ser fundamental neste cenário em que o país se encontra – destaca Ricardo Souza.

Do outro lado, na oposição, vem a chapa Participa Handebol, que tem como presidente Fabiano Lima Cavalcante e os vices Cláudio Humberto Dias e Iara Silvares dos Santos Manente. Eles deixaram claro que não pretendem fazer oposição radical e entre as principais propostas estão a melhoria das categorias de base, a capacitação dos técnicos, a criação de acampamentos regionais, ranqueamento de atletas para Liga Nacional, semelhante ao vôlei. A ideia é ser uma gestão mais compartilhada entre atletas e dirigentes.

Presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Manoel Luiz de Oliveira (Foto: Wander Roberto/Photo&Grafia)

Atual presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Manoel Luiz (Foto: Wander Roberto/Photo&Grafia)

Vale ressaltar que a eleição acontece em meio a algumas polêmicas, já que em novembro de 2016 e janeiro de 2017 o canal “Jogo Limpo”, do site espn.com.br, publicou várias reportagens denunciando irregularidades na gestão atual da CBHb.O mesmo site afirmou que auditorias foram realizadas em cima das prestações de contas dos contratos de patrocínio entre os Correios e a CBHb apontando mais de 800 mil reais sem comprovantes de gastos da entidade. Segundo os Correios e a Confederação, as demonstrações financeiras teriam sido anexadas e, consequentemente, as pendências sanadas.

O pleito será fundamental para definição dos novos técnicos das seleções adultas. O dinamarquês Morten Soubak saiu do time feminino e no masculino Washington Nunes comandou a equipe no mundial realizado na França, mas não está garantido no cargo.    

Fonte: GE Sergipe 

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Em meio à polêmicas, novo presidente da CBHb será escolhido em Aracaju

Deixe uma resposta