Enquanto descansa em terra natal, jovem zagueiro fala sobre evolução no Vitória

- Alexandre Pingo - - 18 de dezembro de 2017 | - 11:00 - - Home » Esporte - - Sem Comentários

Ele nasceu em Aracaju, mas só atuou em competições de escolinha pelo Vital. Chegou a treinar algumas vezes no Sergipe e Confiança, mas não ficou por um detalhe financeiro. Então, Bruno Bispo dos Anjos não desistiu do sonho de ser jogador, só fez transferir para outro estado. E não é que deu certo?

– Joguei em uma escolinha aqui de Aracaju, o Vital, fiz alguns treinos no Sergipe e no Confiança, mas como eles alegavam que não tinham condições de pagar minhas passagens de ônibus não tive como continuar em nenhum dos dois. Daí então fui para o São Francisco do Conde, da Bahia, me destaquei e fui contratado em 2014 para o Vitória clube que estou até hoje – comentou Bruno Bispo.

 

O zagueiro sergipano de 21 anos vem ganhando espaço aos poucos no Leão Rubro-Negro da Bahia. Para ele, 2017 foi um ano de bastantes emoções, algumas negativas e outras positivas.

– Foi um ano muito adverso, no qual passei por algumas aprovações e cheguei a ser afastado pelo antigo diretor, o ‘Pet’, mas com a chegada do técnico Mancini pude voltar ao time e tive a oportunidades de conseguir realizar meu sonho que era jogar pelo time profissional. Então foi um ano muito bom apesar do pesares – afirmou Bruno Bispo.

No Campeonato Brasileiro deste ano ele atuou duas vezes. O zagueiro possui contrato com o Vitória até o meio do próximo ano. Bruno diz que pretende ficar no time baiano, por ter sido o clube que o projetou no futebol, mas citou que recebeu propostas recentemente para a temporada 2018.

– Atuei em dois jogos no Brasileirão, contra Avaí e Grêmio. O jogo mais importante pra mim foi contra o Avaí porque ali estava a oportunidade de ouro que eu tanto esperava. Apesar da derrota, eu fiz uma grande partida, recebi muitos elogios de todos do clube, então por isso acho que foi a mais importante. Tenho contrato com o Vitória até julho de 2018, minha intenção é de ficar, foi o clube que me revelou, tenho muito carinho, mas existe sim o interesse de alguns clubes, mas essa parte eu deixo para meus agentes – explicou Bruno Bispo.

 

Sempre que tenho folga apareço por aqui. Gosto muito de vir aqui ,além de ser pertinho de Salvador. Eu amo esta cidade. Aqui eu tenho minha mãe e toda minha família, além dos meus amigos e minha namorada“, disse Bruno Bispo.

Luta contra o rebaixamento no Brasileiro
O roteiro da 38ª rodada do Brasileirão mexeu – e muito – com as emoções dos rubro-negros no Barradão. Com reação no fim e gol de pênalti de Diego aos 50 minutos do 2º tempo, o Flamengo fez 2 a 1 no Vitória, garantiu vaga na fase de grupos da Libertadores e colocou, por poucos segundos, o adversário na segunda divisão. O drama, porém, virou euforia após gol da Chape ao apagar das luzes, que rebaixou o Coritiba e salvou o Leão. Relembre aqui.

 

– Foi uma fase complicada, na qual brigamos até o último jogo para não cair, mas graças a Deus no final deu tudo certo e pela forma que o nosso grupo trabalhava e é muito unido não merecíamos essa queda, mas fica de lição para que no próximo ano não venha acontecer de novo – ressaltou o zagueiro do Vitória.

Fonte: GE

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Enquanto descansa em terra natal, jovem zagueiro fala sobre evolução no Vitória

Deixe uma resposta