Fábio Mitidiere veta alianças com João e Eduardo Amorim

- Alexandre Pingo - - 30 de abril de 2016 | - 8:50 - - Home » Política - - Sem Comentários

Um dos principais incentivadores da pré-candidatura do deputado federal Valadares Filho (PSB) para prefeito de Aracaju, o também deputado Fábio Mitidieri (PSD) praticamente vetou qualquer aliança com os partidos que fazem oposição ao governador Jackson Barreto (PMDB), em especial, os liderados pelo atual prefeito João Alves Filho (DEM) e pelo senador Eduardo Amorim (PSC)). Mitidieri quer Valadares compondo com os demais partidos da base do governador que não aprovam a pré-candidatura de Zezinho Sobral (PMDB). A entrevista foi concedida ao jornalista André Barros, na Liberdade FM.

Mitidieri explicou que não tem nada contra o pré-candidato do governador Jackson Barreto. “Zezinho tem todo o direito de fazer sua plenária. Agora o governador disse que a partir de Maio conversaria sobre a eleição municipal, mas Maio chegou muito cedo! Ir para o evento, JB poderia ter ido sim. Só não concordo que ele ficasse ligando e convocando as pessoas para participarem. Aí ele passou a tomar uma posição. Sou aliado do governador, mas acho que isso não se resolve assim”.

O deputado federal disse que todo mundo pode buscar seus espaços, inclusive os partidos dentro do agrupamento do governador. “Tem partidos como o PDT e o PRB que têm manifestado o desejo de caminhar com Valadares Filho. Eu torço por Edvaldo Nogueira (PCdoB), fui secretário dele, mas eu optei por um jovem com quem tenho afinidade de ideias e vou em engajar na candidatura de Valadares. Com a condição da gente não caminhar com a oposição. Ai eu terei dificuldade”.

Fábio Mitidieri procurou explicar seu posicionamento contrário à aliança com a oposição. “Eu fico criticando João Alves todo dia e depois vou querer o apoio dele? Eu não queria! É evidente que uma candidatura do agrupamento poderá trilhar com a oposição, mas isso só vai acontecer se Jackson Barreto não souber conduzir a coisa. Acho que João Alves não faz uma boa administração e uma aproximação poderia ser ruim para a nossa candidatura”.

“Eu votei em Eduardo Amorim para senador. Quando do rompimento dele com o governo, eu fiquei com Marcelo Deda (in memoriam). Eu mantenho o respeito e o carinho por ele, mas politicamente estamos em lados opostos. Eu apoiei o governador Jackson Barreto. Sou do agrupamento e até agora não consigo buscar apoios fora do nosso arco de alianças. Acredito que vamos consolidar o nome de Valadares Filho em breve e no segundo turno poderemos somar ainda mais e dentro do mesmo projeto”, acrescentou Mitidieri.

Fonte: FaxAju

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Fábio Mitidiere veta alianças com João e Eduardo Amorim

Deixe uma resposta