GLÓRIA: Homem é esfaqueado durante discussão com enteado

- Alexandre Pingo - - 24 de maio de 2018 | - 10:55 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - 2 Comentários

Um homem ficou gravemente ferido após ser esfaqueado durante uma discussão na manhã desta quinta-feira, 24 de maio, em Nossa Senhora da Glória.

De acordo com informações, por volta das 9h, um homem identificado como Marcelo Ferreira, vulgo Tiziu, esteve na subunidade da 3 Cia do 4 BPM, em Glória, informando que havia sido atingido por golpes de faca desferidos pelo seu enteado, um menor de idade de 15 anos.

Segundo a Polícia Militar, a guarnição conduziu o senhor Marcelo até o hospital local para os primeiros atendimentos e em seguida iniciaram rondas na localidade na tentativa de localizar o agressor, mas não obtiveram êxito.

Os policiais estiveram na casa do suspeito e a senhora Ana, mãe do menor e companheira do Marcelo, informou que tudo começou quando Marcelo a agrediu com chutes e ponta pés, momento em que o menor entrou em vias de fatos com o Marcelo e chegou a desferir golpes de faca contra seu padastro. A senhora Ana foi encaminhada para a delegacia para prestar queixa do seu companheiro.

Ainda segundo a polícia, Marcelo foi transferido para o Hospital Regional de Itabaiana.

A ocorrência foi atendida pelos Sargentos Aeldo e Marcos e pelo Cabo Félix.

Da Redação, Pingou Notícias 

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: GLÓRIA: Homem é esfaqueado durante discussão com enteado

2 respostas para “GLÓRIA: Homem é esfaqueado durante discussão com enteado”

  1. Mateus disse:

    Em gracado a vítima e ela i não o ferido Mas Ana Regina não pediu um corpo delite por que.
    A onde ela nega a idade do filho serar que realmente ele tem essa idade ou so e um desfarce pra livrar a pele do filho.
    Com qual direito ela tem de apreender os documentos do violentado até a onde sei que é contra lei a atitude da felizada.
    So mim resta fazer uma pergunta a onde estar a verdadeira lei judicial? .

    • Lavínia disse:

      Acho que o menor agiu pra defender sua mãe, que eu da minha parte faria o mesmo…
      Não sei mesmo onde estar essa lei, ai Marcelo agrediu a companheira e fica por isso mesmo?

Deixe uma resposta