Glória: Projeto do PIBICJR propõe estudo da mamona

- Alexandre Pingo - - 22 de agosto de 2016 | - 4:36 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários

A mamona é uma planta considerada tóxica, devido à presença da proteína ricina, que mesmo em pequenas doses é mortal. A professora Rafaela Ramos Varjão após observar ocorrência da mamona em Nossa Senhora da Glória, principalmente em terrenos baldios e lavouras, onde há populações predominantes, desenvolveu o projeto “Bioensaios de alelopatia com extratos aquosos obtidos da mamona (RicinuscommunisL.)”.

O projeto tem como objetivo estudar o efeito alelopático do extrato aquoso obtido das folhas de mamona sobre a germinação de sementes, desenvolvimento e crescimento de plântulas de alface e tomate. A professora destacou a intenção do projeto. “Desenvolver um experimento fácil de manipular, econômico e que respondesse aos questionamentos do projeto que envolve a interação entre espécies vegetais.”

A pesquisa foi dividida em três blocos, onde em cada um as folhas da mamona eram coletadas em período matutino nas áreas selecionadas de acordo com a metodologia. Depois da coleta, eram submetidas à desinfecção. No Colégio Estadual Cícero Bezerra, os bioensaios eram montados e a pesquisa desenvolvida e acompanhada.

As redes sociais foram os principais meios de convocar os bolsistas para esse projeto. Os interessados preencheram um formulário para a avaliação das três bolsas. Rafaela frisou a importância das bolsas. “A bolsa é um estímulo financeiro que compromete o aluno com o desenvolvimento da pesquisa e o torna ainda mais responsável pelas suas atividades.”

As bolsas fazem parte do Programa de Iniciação Científica Júnior (PIBICJr), uma parceria da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação do Estado de Sergipe (FAPITEC) com Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq).

Resultados

A análise das sementes demonstrou que o extrato inibiu a germinação e comprometeu a qualidade, mesmo das que geminaram. Nos testes de crescimento, a raiz apresentou baixo crescimento nos tratamentos com diluições em comparação ao controle. Os resultados preliminares do projeto foram apresentados na Cienart 2015 e o artigo foi publicado na Revista Feira de Ciência & Cultura (vol.3, no. 3, abril 2016).

Fonte: Fapitec

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Glória: Projeto do PIBICJR propõe estudo da mamona

Deixe uma resposta