Jackson Barreto busca fortalecer programa de dessalinizadores no sertão sergipano

- Alexandre Pingo - - 1 de março de 2016 | - 5:24 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários

O governador Jackson Barreto reuniu-se na tarde desta terça-feira, 1°, com a ministra do Meio Ambiente (MMA), Isabela Teixeira, para tratar da ampliação do programa “Água Doce”, que prevê a instalação de 33 dessalinizadores no sertão de Sergipe. O programa é fruto da parceria entre Estado e Governo Federal e tem como meta a recuperação, implantação e gestão de 33 sistemas de dessalinização, beneficiando mais de 13.800 pessoas com investimentos de R$ 6,6 milhões. Serão beneficiados sete municípios: Poço Redondo, Canindé de São Francisco, Porto da Folha, Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória, Poço Verde e Carira.

Os recursos previstos são de R$ 6.271.456,01, sendo R$ 5.826.766,92 do MMA e R$ 444.689,09 de contrapartida do Estado. O contrato para execução foi assinado em 2015 e as obras estão adiantadas em diversas localidades do sertão, a exemplo de Poço Redondo, Porto da Folha e Nossa Senhora da Glória.

A comunidade Serra da Guia, em Poço Redondo, foi a pioneira na primeira fase do programa em Sergipe. Foram investidos R$ 143 mil para a instalação do sistema, composto por tanques, caixas d’águas, o dessalinizador e o chafariz. Também foram construídos cochos para os animais que passarão a tomar a água bruta puxada diretamente do poço. Atualmente, residem cerca de 200 famílias na comunidade, com aproximadamente 1.000 habitantes.
Jackson Barreto agradeceu o convênio e solicitou a ampliação do programa, que tem potencial de resolver os problemas hídricos de diversas localidades do estado, principalmente na zona rural sertaneja.

“Fizemos uma grande festa na Serra da Guia, em Poço Redondo, quando inauguramos o primeiro dessalinizador de Sergipe. A alegria do povo quando a água chega é imensa. Precisamos ampliar e, para isso, queremos o apoio do Governo Federal”, afirmou.

O secretário de Meio Ambiente, Olivier Chagas, informou que dos 33, dez estão em fase final de implantação e os demais em estado adiantado. “São áreas com muita carência de água e esse programa vem ajudar a acabar com as dificuldades”, disse.

Fonte: ASN

Colégio Atena
Enium Criação de Sites

Deixe seu comentário!

Para: Jackson Barreto busca fortalecer programa de dessalinizadores no sertão sergipano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *