Jackson Barreto solicita área para construção definitiva do Campus do Sertão

- Alexandre Pingo - - 6 de setembro de 2016 | - 3:28 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários

Na manhã desta terça-feira, 06, o governador Jackson Barreto esteve na sede da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em Brasília, para pleitear a cessão de terreno para construção do campus do Sertão da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em Nossa Senhora da Glória. Atualmente, a UFS opera os cursos de Agroindústria, Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia na sede provisória.

Jackson Barreto foi atendido pela diretora-executiva do órgão, Vania Beatriz Rodrigues Castiglioni, e explicou que o campus do Sertão foi uma conquista para o ensino superior de Sergipe. O governador ressaltou que os cursos atendem a economia da região. “A maior parte dos 200 alunos são filhos da região do sertão de Sergipe, o que nos deixa muito feliz, pois é a prova de que nossos esforços deram certo. São oportunidades que criamos para que nossos jovens possam ter um futuro melhor”, disse.

Vania Castiglioni afirmou que a Embrapa já buscou informações sobre a área,  que tem mais de 270 hectares. “A Empresa sempre apoia essas iniciativas relacionadas à Educação. Dessa forma, podemos contribuir com o desenvolvimento das regiões. Nosso intuito é levar a proposta para a reunião do conselho, responsável por deliberar essas questões”, informou.

Com a conclusão do processo de cessão, pleiteado pelo governador, o imóvel funcionará em regime de comodato e receberá as instalações definitivas do Campus do Sertão da UFS. A futura sede do Campus do Sertão será uma fazenda experimental localizada entre Feira Nova e Nossa Senhora da Glória, a 12 quilômetros da sede municipal de Glória. O novo campus terá alojamento para alunos, restaurante universitário, biblioteca, centro de vivência, laboratórios multiuso, salas de aula, salas de professores e salas de administração.

O polo começou a funcionar em sede provisória em novembro de 2015 e oferece cursos na área das ciências agrárias. Sua implantação representa um marco para a interiorização do ensino superior em Sergipe. Desde o início, o governo é parceiro no processo, apoiando também a implantação dos campi da UFS nos municípios de Laranjeiras e Lagarto.

Em relação ao campus do Sertão, em agosto de 2013, Jackson Barreto recebeu documento assinado por 24 entidades do Alto Sertão sergipano reivindicando a implantação de um polo da Universidade Federal de Sergipe na região. No mesmo mês, o governador  apresentou o pleito ao Ministério da Educação, que em março de 2014 oficializou a sua implantação, definindo Nossa Senhora da Glória como sede.

Fonte: ASN

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Jackson Barreto solicita área para construção definitiva do Campus do Sertão

Deixe uma resposta