Mulher é presa ao tentar entrar com mortadela “recheada com maconha” em presídio

- Alexandre Pingo - - 29 de julho de 2020 | - 9:45 - - Home » Cidades» Destaque» Notícias - - Sem Comentários

Uma mulher de 51 anos foi presa ao levar embalagens de salame recheadas com maconha para o filho, que é interno do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão. O fato aconteceu na manhã desta terça-feira (28) e a droga foi encontrada no momento em que policiais penais faziam a vistoria dos alimentos levados por familiares. A suspeita é a terceira mulher presa em uma semana tentando colocar drogas no presídio.

A direção da unidade prisional informou que, os policiais penais faziam a revista dos alimentos destinados aos presos, quando observaram o nervosismo de uma das mulheres que aguardava na fila. O material que a suspeita transportava foi vistoriado. Em duas embalagens de salame os policiais penais encontraram cerca de 300 gramas de maconha, divididos em três porções.

A mulher foi detida e encaminhada à Central de Flagrantes, em Aracaju, onde será autuada por tráfico. O interno que seria o suposto destinatário da droga, também deverá responder a procedimento administrativo.

Na semana passada, policiais penais apreenderam bananas e biscoitos recheados com maconha e duas mulheres foram presas.

Por: ajn1

 

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Mulher é presa ao tentar entrar com mortadela “recheada com maconha” em presídio

Deixe uma resposta