Na corrida pelo material escolar, pais reclamam de altos preços no Acre

- Alexandre Pingo - - 15 de fevereiro de 2016 | - 2:52 - - Home » Educação - - Sem Comentários

A Educação informou que as primeiras escolas devem iniciar o ano letivo nesta segunda-feira (15), porém, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, os pais ainda correm contra o tempo para comprar p material escolar no último momento. O resultado foi papelarias lotadas, correria e muita reclamação em relação ao preço do material escolar.

Os pais alegam que, devido à crise financeira, deixaram para ir às compras nesta reta final de férias e, mesmo assim, estão tendo que pesquisar antes de definir onde e o que comprar. Para alguns, as mochilas são as grandes vilãs deste ano.

A comerciária Janaina Gomes disse que, mesmo com um desconto de 10%, o preço da mochila ainda ficou caro.

“Os preços estão altos em todos os lugares. Pesquisei, aproveitei o desconto e comprei todo o material de minha filha. As mochilas estão com preços mais altos do que os demais materiais. Peguei um desconto de 10%, mas, mesmo assim, ainda achei muito caro o preço da mochila”, diz.

Os preços da mochila, com descontos de até 30%, variam de R$ 29,90 a R$ 410 em alguns estabelecimentos de Cruzeiro do Sul. Depois de pesquisar muito, o funcionário público Gledson Souza decidiu comprar uma mochila, mas garante que o desconto poderia ter sido maior.

“Decidi comprar depois de pesquisar em algumas papelarias. Achei interessante essa forma de desconto oferecida. Infelizmente, não dei sorte e peguei um desconto de 12%. Gostaria de ter pegado o desconto máximo, que é de 30%. Mesmo assim, acho que valeu a pena”, diz.

O funcionário público Lázaro Assis Moura, de 56 anos, diz que os preços das mochilas, mesmo com descontos, ainda estão muito caros. “No ano passado, comprei a mochila por R$ 40, já este ano, estava R$ 80, com o desconto de 30% paguei R$ 56. Está muito difícil manter a criança na escola. Ainda falta comprar algumas coisas. O dinheiro está pouco e as coisas não estão brincadeira não”, reclama.

Fonte: G1

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Na corrida pelo material escolar, pais reclamam de altos preços no Acre

Deixe uma resposta