Prefeitura de Glória compromete-se em discutir implantação de jornada igualitária em janeiro

- Alexandre Pingo - - 20 de setembro de 2019 | - 9:12 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários

O Sindiserve reuniu os servidores Municipais de Nossa Senhora da Glória, em Assembleia Geral, na última quarta-feira (18), para debater sobre a resposta da Administração às reivindicações dos novos servidores lotados na Secretaria Municipal de Educação.

Os servidores aprovaram na assembleia geral anterior apresentar à Administração as seguintes demandas: 1) assegurar aos novos servidores a jornada diária de 6 horas, a mesma que é aplicada aos antigos servidores, em respeito ao princípio da isonomia; 2) regulamentar o valor do pagamento da gratificação de desempenho aos novos servidores que trabalham o segundo turno; 3) a necessidade convocação de mais servidores aprovados no concurso.

Em resposta, a Secretaria Municipal de Educação enviou o ofício informando que, diante da atual situação financeira, não será possível a convocação de novos servidores e, por isso, optou pela distribuição da jornada de trabalho em 8 horas diárias para os recém empossados. Com relação ao pedido da jornada de 6 horas para todos, a Secretaria informa que o prefeito compromete-se a discutir em janeiro do próximo ano. Por fim, a Administração garantiu o pagamento da gratificação de 35% do sálario base para todos os servidores que prestarem serviços extraordinários, como previsto no artigo 159 da Lei n° 08/2006.

Os servidores, após a apresentação da resposta da Secretaria de Educação, avaliaram que a Administração avançou na negociação apresentando uma data para dar a resposta definitiva ao tratamento igualitário na jornada reivindicado. A assembleia dos servidores, por maioria, decidiu aguardar até janeiro para resolver a situação. Caso a Administração não atenda o pleito da categoria, os mesmos voltarão a avaliar a possibilidade de paralisar as atividades.

Para Itanamara Guedes, diretora da FETAM e do Sindiserve, a categoria permanecerá em estado permanente de mobilização. “Neste momento os novos servidores deram um crédito de confiança ao prefeito, esperamos que até janeiro ele resolva essa situação, não podemos aceitar que a Administração trate os novos servidores de forma diferenciada,” avaliou Guedes.

#SouForte
#SouSindiserve 

Colégio Atena

Deixe seu comentário!

Para: Prefeitura de Glória compromete-se em discutir implantação de jornada igualitária em janeiro

Deixe uma resposta