Protesto, replay e Brocador: Bahia bate o Confiança e se mantém 100% no ano

- Alexandre Pingo - - 26 de fevereiro de 2016 | - 8:24 - - Home » Esporte - - Sem Comentários

Antes de embarcar para os Estados Unidos, onde tem um amistoso contra o Orlando City, time de Kaká, o Bahia fez o dever de casa. Nesta quinta-feira, o Tricolor venceu o Confiança por 2 a 0, com dois gols de Hernane, em partida válida pela terceira rodada da Copa do Nordeste. O duelo foi disputado na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Uma curiosidade é que os dois gols do Bahia aconteceram de maneira muito semelhante: Luisinho se deslocou entre os zagueiros, recebeu de Tinga e rolou para Hernane marcar. O Brocador chegou ao sexto gol em cinco jogos na temporada, estabelecendo a média de mais de um tento por partida.

Os números do Bahia são ótimos. O time tem 100% de aproveitamento na temporada, com seis triunfos em seis jogos. Com o resultado desta quinta-feira, chegou a nove pontos e se manteve na liderança do grupo C, além de ostentar a melhor campanha do Nordestão. O Confiança amarga a lanterna da chave com apenas um ponto conquistado.

As duas equipes voltam a campo neste final de semana. O Bahia viaja para os EUA, onde encara o Orlando, no sábado. O Confiança joga no domingo contra o Dorense, pelo Campeonato Sergipano.

Bahia x Confiança Fonte Nova (Foto: Jayme Brandão / Divulgação / E.C. Bahia)

O Bahia levou a melhor e venceu o Confiança na Fonte Nova (Foto: Jayme Brandão / Divulgação / E.C. Bahia)

Pouco futebol e protesto da torcida

O Bahia iniciou a partida bem ao seu estilo, empurrando o adversário para o campo de defesa e apresentando muito volume de jogo pelo lado direito do ataque, com Luisinho e Danilo Pires trocando de posições, além da chegada forte de Tinga. As melhores oportunidades foram criadas pelo Tricolor, em cobrança de escanteio que quase virou gol olímpico de Juninho e um chute de Luisinho que foi interceptado pela defesa. O Confiança se limitava a tentar surpreender nos contra-ataques, mas a tática não funcionou. A melhor oportunidade da equipe sergipana foi com Leandro Kível, que arriscou com perigo de fora da área.

Da metade para o final da primeira etapa, o Tricolor diminuiu o ritmo, o Dragão melhorou a marcação, e as chances de gol se tornaram escassas. O nível da partida caiu, e isso se refletiu nas arquibancadas. Parte dos torcedores protestaram contra a diretoria e também contra a Arena Fonte Nova. Gritos de “Queremos jogador!” e “Pituaçu [estádio baiano mantido pelo governo] é melhor do que você” foram ouvidos das arquibancadas.

Replay na Fonte: Brocador marca mais dois

O Bahia não deu possibilidade de respiro ao adversário. Logo com um minuto de bola rolando no segundo tempo, o time desceu para o ataque pela direita, Tinga e Luisinho trocaram figurinhas, e Hernane completou para o fundo da rede. A equipe da casa não forçou o ritmo, mas, mesmo assim, criou boas oportunidades com Juninho, de falta, e Danilo Pires. Sem forças para reagir, o Confiança via o Tricolor trocar passes e administrar o resultado. Até que, em jogada muito semelhante à do primeiro gol, a equipe de Doriva ampliou. Tinga viu Luisinho se deslocar entre os zagueiros e fez o passe. O atacante invadiu a área e rolou para Hernane, livre, marcar.

Logo após o segundo gol, Doriva substituiu alguns de seus principais jogadores, e o Tricolor seguiu administrando o resultado. No fim do jogo, Caíque e Luisinho se desentenderam, e o jogador do Confiança foi expulso. Foi o suficiente para membros das duas comissões técnicas trocarem insultos. Os jogadores que estavam no banco de reservas também se exaltaram. O goleiro Jean chegou a trocar empurrões com jogadores do Confiança e precisou ser contido ao final do confronto.

Fonte: Globo Esporte Sergipe 

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Protesto, replay e Brocador: Bahia bate o Confiança e se mantém 100% no ano

Deixe uma resposta