Reunião atesta cenário animador na bacia do Velho Chico

- Alexandre Pingo - - 19 de novembro de 2016 | - 10:07 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários
Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

O corpo técnico do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) apresentou nesta sexta-feira, 18, durante reunião promovida pela Agência Nacional de Águas (ANA), em Brasília (DF), cenário um pouco mais animador com relação ao registro de chuvas na bacia do rio São Francisco. A previsão é de que o reservatório de Três Marias (MG) chegue ao nível de armazenamento em 16% e de pouco mais de 5% em Sobradinho (BA) e Xingó (AL). A perspectiva é de um novo momento, apesar de necessitar de maior clareza nos próximos dias.

 Mesmo diante desse cenário para o mês de dezembro, a vazão do rio deverá ser reduzida para 750 metros cúbicos por segundo (m³/s) a partir da próxima segunda-feira, dia 21 de novembro. A medida já havia sido prevista há algumas semanas e será efetivada após vários embates entre a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que estabeleceu algumas condições antes de conceder a licença.

 As condicionantes estabelecidas pelo Ibama, que teve itens contestados pela Chesf, visam acompanhar de maneira mais rígida os impactos provocados pela defluência reduzida. Diante da preocupação com o resultado que a medida poderá provocar, principalmente na captação de água para abastecimento humano, foram disponibilizados os contatos dos responsáveis pela operação da Chesf, a fim de lançar alertas no caso de surgimento de problemas com a vazão reduzida.

Com relação ao cenário de chuvas, o Cemaden aponta para a chegada de uma frente fria na bacia do São Francisco e o aumento de registro do evento La Niña. Para o ano de 2017, a previsão é de que o nível de armazenamento dos reservatórios de Três Marias, Sobradinho e Xingó cheguem a, pelo menos, 10%. Caso todas as previsões sejam confirmadas, a expectativa é de que a vazão seja praticada no nível de 800 m³/s durante todo o ano de 2017 em Sobradinho e Xingó. De acordo com a equipe do Cemaden, há 95% de probabilidade de ocorrerem cenários melhores no próximo ano.

A reunião promovida pela ANA foi acompanhada pelo presidente e pelo vice-presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), respectivamente Anivaldo Miranda e Maciel Oliveira, além do membro do colegiado, Roberto Farias, no escritório do Comitê, em Maceió (AL). Nova reunião para discutir as questões está marcada para o dia 28 de novembro, em Brasília, também por videoconferência.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Reunião atesta cenário animador na bacia do Velho Chico

Deixe uma resposta