Sergipe: Candidatos investigados por crime eleitoral, diplomados assumirão

- Alexandre Pingo - - 14 de janeiro de 2019 | - 11:37 - - Home » Política - - Sem Comentários

O trabalho da procuradora eleitoral Eunice Dantas pode terminar sem o resultado esperado pela justiça, que após várias investigações, chegou a conclusão de que pelo menos três candidatos em Sergipe, teriam abusado, através do poder econômico para garantir a vitória nas urnas.

O primeiro caso foi a ação movida pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder político e econômico contra a deputada eleita Diná Almeida que segundo o MPE teria se beneficiado de ações populares da prefeitura de Tobias Barreto, onde o seu marido, Diógenes Almeida é o prefeito. Mesmo assim, Diná Almeida foi empossada como deputada estadual.

O segundo caso se refere ao também deputado estadual eleito Talysson, filho do prefeito de Itabaiana. Neste caso, o Pleno do Tribunal do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe havia cassado seu diploma, após a comprovação de sua participação em ato político, logo depois da inauguração de uma obra por parte de seu pai, então prefeito de Itabaiana. Thalysson recorreu e também foi empossado.

Por fim aparece a situação de Valdevan Noventa, eleito deputado federal. Valdevan está preso, após ser acusado de compra de votos. Além disso, investigações feitas pela polícia federal indicam que Valdevan simulou diversas doações em favor de sua campanha, nela aportando valores cuja origem é desconhecida para o custeio de suas despesas, usando “laranjas”.

Fonte: FaxAju

Colégio Atena
Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Sergipe: Candidatos investigados por crime eleitoral, diplomados assumirão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *