Sergipe enfrenta a pior seca dos últimos cinco anos

- Alexandre Pingo - - 25 de outubro de 2016 | - 9:44 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários
Foto: Reprodução da TV Globo

Foto: Reprodução da TV Globo

Onde o sol não dá trégua, a terra está cada vez mais seca. Em Nossa Senhora Aparecida, no sertão de Sergipe, pastos e açudes desapareceram e o maior desafio para quem vive na região é alimentar o gado.

“Não tem nada pra comer mais, já acabou tudo. A chuva foi pouca, não saiu capim”, diz Valdir Alves Barreto, agricultor.

Sem chuva, o pasto foi substituído pela palma, o agricultor anda mais de dois quilômetros em busca da planta e conta com a ajuda dos vizinhos. Uma rotina de sacrifícios para não ver o pequeno rebanho morrer.

Sem dinheiro para comprar ração, as 25 cabeças de gado do agricultor Nelson estão cada dia mais magras. Foi preciso vender oito, para comprar ração e não perder tudo. “É vendendo umas para as outras comerem”, diz Nelson de Lima, criador.

A última vez que choveu no sertão de Sergipe foi há seis meses e mesmo assim o volume foi bem baixo. Choveu apenas 80 mililitros dos 150 esperados para os meses de maio a julho.

Há pouco mais de seis meses, o que havia na região era a esperança de muitas famílias que plantaram milho e feijão, mas absolutamente nada vingou.

O agricultor Gidenilson dos Santos, perdeu todo o feijão e o milho que plantou nos três hectares. “A gente fica muito triste de ver a chuva faltando e a lavoura morrendo”, declara.

Em Sergipe, 18 municípios estão em situação de emergência. É a pior seca dos últimos cinco anos no estado, segundo a Defesa Civil.

“O feijão era para subsistência, e a produção foi praticamente zero. O milho perdeu em torno de 80 a 90 %. Com essa dificuldade, os produtores estão hoje de mãos atadas”, comenta Ronaldo Mendonça de Oliveira, técnico agrícola.

Segundo o ministério da Integração Nacional, 547 municípios de todo o Nordeste estão em situação de emergência devido à seca.

Fonte: Globo Rural

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Sergipe enfrenta a pior seca dos últimos cinco anos

Deixe uma resposta