“Sergipe não pode ficar refém da violência e dos bandidos”, diz deputado

- Alexandre Pingo - - 7 de junho de 2018 | - 11:50 - - Home » Política - - Sem Comentários

“Sergipe não pode ficar refém da violência e dos bandidos”, diz deputado Gustinho sobre o estado mais violento do Brasil

O Atlas da Violência 2018 foi divulgado nesta terça-feira, 5, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e, ao ter acesso ao documento, o deputado Gustinho Ribeiro (SD) levou um verdadeiro susto: Sergipe é o estado mais violento do Brasil.

“Sergipe lidera esse triste ranking como o estado com a maior taxa de homicídios do país. São 64,7 mortes para cada 100 mil habitantes. Territorialmente é o menor estado do Brasil, mas quando se refere às políticas públicas de segurança e educação pelo poder público é o pior da nação”, afirmou o deputado, enquanto lia o relatório de mais de 90 páginas.

Perguntado se o cenário pode mudar, ele foi otimista. “Sergipe não pode ficar refém da violência e dos bandidos, é claro que há caminho. Houve pouquíssimo investimento do atual governo para combater o problema, porém é preciso pensar em novas formas de oportunizar educação, lazer e emprego aos jovens e negros, que são as maiores vítimas da violência urbana”, completou.

O parlamentar destacou trechos do relatório do Atlas que precisam de alerta, como o aumento gradativo do índice de homicídios no estado recentemente. “É preciso aumentar o efetivo policial e investir em ações educativas, que é por onde devemos seguir. O maior medo da população é saber que o estado está em falência e não está criando perspectivas de mudança. É preciso renovar”, apontou Gustinho.

Outros números que dão a sensação de um estado de total insegurança são em relação à taxa de homicídios entre jovens, 142,7 para cada 100 mil jovens de 15 a 29 anos; contra negros, 79% dos homicídios; e contra mulheres, aumento de 50% do número de feminicídios nos últimos anos.

Fonte e foto assessoria

Colégio Atena
Enium Criação de Sites

Deixe seu comentário!

Para: “Sergipe não pode ficar refém da violência e dos bandidos”, diz deputado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *