Sertão: Após análise, perícia constata que ossada achada em cisterna não é de ser humano

- Alexandre Pingo - - 29 de agosto de 2017 | - 10:48 - - Home » Cidades» Nossa Senhora da Glória» Notícias - - Sem Comentários

ATUALIZADO: Ao contrário do que havia sido divulgado, a ossada encontrada na manhã dessa terça-feira, 29 de agosto, dentro de uma cisterna nos fundos de uma casa na localidade Poço Verde, próximo ao Povoado Curituba, em Canindé de São Francisco, região sertaneja de Sergipe, não é de um ser humano, mas sim de um cachorro. 

De acordo com a Polícia Civil, a equipe recebeu a informação de que havia uma ossada dentro de uma cisterna na localidade citada acima. Diante das informações, os policiais constataram a veracidade do fato. Os ossos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal, onde foi constatado, por meio de análises, que os ossos são de um cachorro.

Segundo Antônio Francisco, o resultado surpreendeu a todos, até mesmo os peritos que também acreditavam ser de um ser humano.

Da Redação, Pingou Notícias 

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: Sertão: Após análise, perícia constata que ossada achada em cisterna não é de ser humano

Deixe uma resposta