Varejista de roupas é vítima de hackers que clonam cartões nos EUA

- Alexandre Pingo - - 23 de agosto de 2016 | - 10:37 - - Home » Tecnologia - - Sem Comentários

Todas as lojas operadas pela varejista de roupas Eddie Bauer na América do Norte foram contaminadas por um vírus que rouba dados de cartões de crédito, segundo uma reportagem do site “Krebs on Security”. A loja confirmou a brecha e está investigando o caso junto do FBI e de especialistas em segurança.

A invasão comprometeu transações realizadas entre os meses de janeiro de julho de 2016 em todos os 370 estabelecimentos da varejista nos Estados Unidos e no Canadá, mas nem todos pagamentos feitos no período teriam sido comprometidos. A Eddie Bauer opera também na Alemanha e no Japão.

Ainda não há números sobre quantos clientes foram impactados pelo roubo. Segundo o site “Krebs on Security”, analistas de fraude em instituições financeiras já haviam identificado em julho um ponto em comum entre vários cartões clonados: eles haviam sido utilizados em uma loja da Eddie Bauer. Na época, a loja negou o ataque.

A invasão aos sistemas de ponto de venda (PDV) da Eddie Bauer integra uma lista crescente se casos semelhantes que vieram à público nos Estados Unidos. Em julho e agosto, foram anunciadas brechas na Cici’s Pizza, Wendy’s, hotéis Kimpton e HEI Hotels & Resorts. Em janeiro, uma brecha anunciada na rede Hyatt revelou a contaminação de um hotel em São Paulo.

Fonte: G1

Colégio Atena

Deixe seu comentário!

Para: Varejista de roupas é vítima de hackers que clonam cartões nos EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *